27 de janeiro de 2013

Uma cravagem de centeio mística

Esta nota refere-se à secção 10 de O Barão de Lavos (que pode ler aqui)  

"O atavismo fez explodir neste com rábida energia todos os vícios constitucionais que bacilavam no sangue da sua raça"
atavismo (s. m.) 1. Propriedade de os seres reprodutores comunicarem aos seus descendentes, com intervalo de geração, qualidades ou defeitos que lhe eram particulares. 2. Semelhança com os antepassados.
rábido (adj.) Raivoso; enfurecido, sanhudo.
bacilar (verbo): não encontrámos referências em dicionários, mas deverá referir-se a bacilo (s. m.) 1. Vibrião que determina doenças no organismo animal, com o significado de infectar, contaminar, contagiar.

"inoculados e progressivamente agravados na sociedade portuguesa pelo modalismo etnológico da sua formação."
No cristianismo, sabelianismo (também conhecido como modalismo, patripassianismo, monarquianismo modalista ou monarquianismo modal) é a crença não-trinitária de que o Deus Pai, Deus Filho e o Espírito Santo são diferentes "modos" ou "aspectos" de um Deus único percebido pelo crente ao invés de três pessoas distintas de Deus. (..) O monarquianismo modal originou-se da influência da filosofia grega pagã, incluindo as teses de Euclides e Aristóteles, que baseavam a sua lógica no Monismo e nos argumentos aristotélicos sobre o conceito da energeia (energia) chamada metafísica. O modalismo etnológico da formação da sociedade portuguesa poderá, assim, referir-se à influência das culturas grega e romana.

"A inversão sexual do amor, o culto dos efebos, a preferência dada sobre a mulher aos belos adolescentes, veio-nos com a colonização grega e romana."
De referir a escolha de palavras de Botelho, o culto dos efebos é uma "preferência" (um "vício", como referido antes) mas o adjetivo "belo" é utilizado antes de "adolescentes" e não a qualificar "mulheres".

"dá o documento frisante de quanto era honrado o efebismo na antiga Grécia."
frisante (adj. 2 g.) 1. Que frisa; que vem a propósito. 2. Convincente; significativo. 3. Preciso, exato.

"Refere o Vaschkala, um dos upanischads do Rig Veda, que Indra em pessoa empolgou, com um gesto fulminante de ave de presa, o jovem Medhatithi"
Os Upanixades são parte das escrituras Shruti hindus, que discutem principalmente meditação e filosofia, e são consideradas pela maioria das escolas do hinduísmo como instruções religiosas.
Rig Veda ou Rigveda, Livro dos Hinos, é o Primeiro Veda e é o mais importante dos quatro textos que formam a base das escrituras do hinduísmo, pois todos os outros derivaram dele.
Indra é o deus da guerra e das trovoadas do hinduísmo, sendo também o senhor do paraíso. É uma das divindades principais do Rig Veda, que o intitula de "o poderoso".

"o véu da amizade encobria infamíssimas torpezas;"
torpe (adj. 2 g.) 1. Impudico; obsceno. 2. Sórdido; infame; ignóbil. 3. Interesseiro. 4. Nojento; impuro. 5. Sujo; manchado.

"aonde mais demorada e mais poderosa foi a influência etológica dos Romanos."
etológico (adj.) Da etologia (ou etografia) ou a ela relativo.
etografia (s. f.) 1. Ciência dos costumes. 2. Tratado dos costumes, caráter e paixão dos povos.

"Depois vieram os Bárbaros do Norte inocular sangue novo no derrancamento crapuloso do império."
derrancamento (s. m.) 1. Ato ou efeito de derrancar ou derrancar-se. 2. Ranço, mau gosto (que os alimentos ou os líquidos adquirem ao ar). 
crapuloso (adj.) Libertino; devasso; em que há crápula.

"Dos escombros da assolação ergueu-se, — pura, sadia, idealista, ingénua, — a sociedade medieval."
Presentemente, "pura, sadia, idealista, ingénua" não são adjetivos que se apliquem usualmente à sociedade medieval.

"depois, o abuso do monaquismo e das expedições náuticas longínquas favoreceram-lhe o desenvolvimento, agora piorado do apeganho ruim da cronicidade."
monaquismo (s. m.) 1. Monacato. 2. Apego aos conventos.
apeganhar (verbo transitivo) 1. apegar. 2. agarrar.

"em ascoentas aproximações de uns com os outros"
asco (s. m.) 1. Nojo. 2. [Figurado]  Aversão.

"a obliteração das funções genésicas"
genésico ou genesíaco (adj.) 1. Da génese ou a ela relativo. 2. Concernente à origem ou criação de alguma coisa.

"Na última integração da sua fisionomia social os conventos não foram mais do que isto, — uma criminosa burla ao dinamismo prolífico da natureza, uma cravagem de centeio mística, um veto espiritual à maternidade."
prolífico (adj.) 1. Que tem o poder de gerar prole. 2. Que deixa muitos filhos ou descendência. 3. Que produz muito.
O esporão-do-centeio ou cravagem-do-centeio (Claviceps purpurea) é um fungo parasita que ataca o centeio e que é tóxico para o ser humano. A doença causada pela ingestão de alimentos contaminados por este fungo causa o ergotismo, uma doença que na Idade Média era conhecida por Fogo de Santo António e que causava depressão e confusão mental. Segundo Botelho, os conventos não eram mais que um fungo tóxico responsável pela confusão mental mística que lá dentro reinava.

"Na Grécia os efeminados varriam galhardamente com as suas caudas de púrpura as lajes das praças públicas"
galhardia (s. f.) 1. Airosidade; elegância; bizarria. 3. Esforço, bravura.

Tonsurados
"no mundo latino os tonsurados, do primeiro cardeal ao derradeiro fâmulo"
Tonsurados são os religiosos que receberam a tonsura, o corte no cabelo que assinalava a conferência do primeiro grau de Ordem no clero, também chamado de "prima tonsura".
fâmulo (s. m.) 1. Servidor, criado. 2. Funcionário subalterno de algumas comunidades religiosas. 3. Caudatário.
4. Serviçal, nos seminários ou na residência dos bispos. 5. Pessoa que acompanha os prelados e desempenha certos serviços nos seminários ou na residência episcopal.
Enviar um comentário